LipoHD Feminina

Natural e Atlético

A cirurgia de lipoaspiração de alta definição (H.D.) feminina é uma das cirurgias plásticas mais realizada no mundo, sendo um dos principais procedimentos da clínica.  Muito importante, entender as queixas e expectativas do paciente com a cirurgia. No entanto, é imprescindível que o paciente tenha comprometimento com seu pós-operatório.  Entre em contato caso dúvidas, nossa equipe está preparada para te ajudar durante esse processo. Nesta página você encontrará informações importantes para sua tomada de decisão.  A cirurgia de lipoaspiração evoluiu muito nos últimos anos, se tornando um procedimento extremamente controlado e seguro. Abaixo temos perguntas frequentes de nossos pacientes e vídeos sobre o tema.

29 Perguntas frequentes

Sobre Lipoaspiração de Alta Definição Feminina

1- COMO É FEITA UMA LIPOASPIRAÇÃO?

A lipoaspiração clássica surgiu na década de 80 e consiste em um procedimento cirúrgico com pequenas incisões na pele (cortes) onde o cirurgião plástico introduz uma cânula de aspiração no tecido gorduroso do paciente. Toda a cirurgia acontece no plano da gordura, não sendo afetados órgãos ou músculos internos. Com o movimento da cânula de aspiração a gordura vai se liberando de sua malha fibrótica e saindo do corpo pela pressão negativa que existe no equipamento. A gordura retirada pode ser usada para preencher outros locais do corpo, como os glúteos em mulheres, ou os peitorais em homens.

2- O QUE É LIPOHD?

A lipoaspiração de alta definição (HD) surgiu nos último 15 anos. A grande diferença para a lipoaspiração clássica é o entendimento que devemos lipoaspirar de forma diferente cada região do corpo, para atingir um padrão mais atlético para a paciente. É uma técnica de avaliação e execução mais meticulosa. Cada região do corpo deve ser avaliada, da região da papada (submento) até as coxas. Além de lipoaspirar, o cirurgião deve preencher regiões específicas do corpo (lipoenxertia) para melhora do contorno corporal. O conhecimento gerado nos últimos 10 anos dentro da lipoaspiração mudou o procedimento, hoje o conceito é esculpir o corpo mais atlético para a paciente, de acordo com a avaliação pré-operatória.

3- QUAL A DIFERENÇA DE LIPOHD E LIPOASPIRAÇÃO?

A grande diferença é o maior conhecimento anatômico da musculatura corpórea e evolução das técnicas de lipoaspiração em diferentes regiões do corpo. A LipoHD busca um resultado natural, atlético e global. Existia uma queixa da paciente que realizava lipoaspiração clássica por apresentar resultados leves ou sem contorno muscular (barriga reta), hoje com a lipoaspiração de alta definição conseguimos realçar desenhos musculares para que principalmente quando existir incidência de luz consigamos sombras de contorno corporal extremamente atléticos e naturais.

4- LIPOASPIRAÇÃO E LIPOESCULTURA, QUAL A DIFERENÇA?

Lipoaspiração é o nome da técnica de retirar gordura localizada do corpo por meio de cânulas colocadas no tecido gorduroso por pequenas incisões que ficam camufladas em dobras da pele ou escondidas pela roupa íntima.
A lipoescultura é o ato com lipoaspiração de melhorar o contorno corporal da paciente, normalmente não só retirando gordura de certas regiões pela lipoaspiração, mas também colocando gordura em outras regiões como nos glúteos ou peitoral. O cirurgião plástico, quando realiza o procedimento cirúrgico, sempre visa uma lipoescultura para melhora do contorno corporal da paciente.

5- LIPO HD? LIPO 3D? VIBROLIPO? HIDROLIPO? O QUE É CADA NOME?

As diferentes nomenclaturas para procedimentos de lipoaspiração entram mais no quesito marketing, do que grandes diferenças técnicas. A lipoaspiração de alta definição é um procedimento médico dependente, ou seja, cada médico consegue atingir um resultado diferente de acordo com suas próprias qualidades. O uso de tecnologias ou nomenclaturas diferentes para o procedimento não padroniza os resultados. Para melhores resultados busque um profissional que tenha formação correta, que seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e que realize lipoaspiração como um dos seus principais procedimentos.
LIPO 3D:  É um nome criado por marketing, que não quer dizer nenhuma variação de técnica. Não existe estudos científicos sobre técnicas com esse nome.
VibroLipo: Uso de um equipamento que causa vibração da cânula de aspiração durante procedimento cirúrgico.
HIDROLIPO: É um nome criado por marketing. Todo procedimento de lipoaspiração requer a colocação de líquido (solução) no local que iremos lipoaspirar para diminuir possibilidade de sangramento. Assim sendo, toda lipoaspiração seria uma hidrolipo. No entanto, o nome Hidrolipo é usado para procedimentos menores, onde não é utilizado anestesia geral, sendo a anestesia usada de forma local, no líquido (solução) que é infiltrada na paciente.

LIPO HD 04.jpg

6- QUEM PODE FAZER LIPOASPIRAÇÃO?

Se a paciente não está feliz com seu contorno corporal e possui gordura localiza, ela pode realizar lipoaspiração. Obviamente a lipoaspiração não é um procedimento para pacientes que apresentam obesidade, pelos riscos associados ao procedimento e os resultados insatisfatórios.
A consulta clínica e exame físico é extremamente importante para avaliar se a paciente é uma candidata para um procedimento estético. Não existe idade máxima, o importante é que a paciente esteja saudável e se possuir alguma doença, que a mesma esteja controlada.
Como a cirurgia plástica estética é um procedimento que não exige urgência, do ponto de vista de saúde, cabe ao médico orientar o melhor momento para realizar o procedimento, quando os riscos cirúrgicos estarão diminuídos. Por essa razão, as vezes é necessário que a paciente perca peso antes do procedimento, controle hipertensão, ou pare de fumar.

7- LIPOASPIRAÇÃO EMAGRECE?

O objetivo da lipoaspiração é melhorar o contorno corporal da paciente com a retirada de gordura em regiões especificas e colocação de gordura em outras (lipoenxertia glútea). A paciente pode apresentar diminuição do seu peso após o procedimento, mas o cirurgião não busca o emagrecimento como resultado da cirurgia plástica.
Caso a paciente esteja buscando tratamento para emagrecer, a lipoaspiração não é a resposta.
A resolução 1711 de 2003 do CFM no seu artigo 2 é bem clara em afirmar que a lipoaspiração não deve ser indicada para emagrecimento.

8- LIPOHD E PESO

O peso da paciente é somente uma variante que levamos em conta na consulta da paciente que busca a lipoaspiração. Normalmente utilizamos o peso da paciente para calcular o índice de massa corporal (I.M.C.). Para calcular o índice: peso/altura2. As pacientes que terão o melhor resultado cirúrgico são aquelas com peso normal (18,5-24,9) ou sobrepeso (25-29,9).
Pacientes com obesidade (I.M.C.>30), aumentam seus riscos de complicações cirúrgicas pelo peso como também atingem um resultado estético abaixo da média. Nestes casos, a melhor indicação é a perda de peso acompanhada de profissional da saúde para posterior procedimento estético.
A lipoaspiração de alta definição é um procedimento que depende muito do esforço do paciente. Caso o paciente não esteja realizando atividades físicas, alimentação saudável, drenagem/massagens corretamente no pós-operatório, o paciente não chegará no resultado pretendido.

9- LIPOASPIRAÇÃO OU CIRURGIA BARIÁTRICA?

A lipoaspiração é um procedimento cirúrgico estético para melhora do contorno corporal pela retirada de gordura localizada da paciente. Não servindo como tratamento para emagrecimento e não substituindo uma cirurgia bariátrica. O I.M.C. (índice de massa corpórea) é um parâmetro importante dentro dessa avaliação. Para calcular o mesmo: IMC= Peso/Altura2.
Pacientes com I.M.C.> 30 apresentam obesidade, sendo necessário emagrecimento para melhor resultado estético final. Os riscos relacionados ao procedimento cirúrgico aumentam com o aumento do índice de massa corporal.
Pacientes com I.M.C. > 35 possuem indicação de cirurgia bariátrica. Busque seu médico de confiança para avaliação complementar.

10- QUANTO DE GORDURA PODE SER RETIRADO?

A resolução 1.711 de 2003 do Conselho Federal de Medicina no seu artigo 9 versa sobe os limites de lipoaspiração, sendo: 7% do peso corporal da paciente em técnica infiltrativa. O volume aspirado contabilizado é o material coletado sobrenadante.
Assim sendo, uma paciente de 60Kg pode retirar 4,2 L de gordura.

11- EM QUAL PARTE DO CORPO A LIPO HD PODE SER FEITA?

A lipoaspiração de Alta Definição tem como objetivo melhorar o contorno corporal do paciente deixando mais atlético, para isso é necessário avaliar todas as áreas do corpo do paciente. A avaliação deve contemplar da papada (submento) até as pernas, ou seja, é uma avaliação global, 360o do paciente.
Qualquer região do corpo que apresente gordura localizada pode ser tratada dentro da lipoaspiração.

12- LIPOASPIRAÇÃO HD NO BRAÇO, PODE?

A lipoaspiração no braço pode e deve ser realizada quando o paciente apresentar indicação.
No paciente masculino tentamos trazer o contorno muscular da região, mostrando as regiões de transição do músculo deltóide e do músculo tríceps.
Na paciente feminina, além de buscar o contorno muscular da região, é comum a paciente apresentar a região posterior dos braços com excesso de gordura. Sendo assim buscamos lipoaspirar a região buscando reduzir a gordura localizada.

13- LIPOASPIRAÇÃO HD ABDOMINAL.

A lipoaspiração de alta definição (HD) é um procedimento que contempla o corpo como todo. A região abdominal deve ser avaliada e realizada, mas não deve ser a única trabalhada. Como nós sabemos, os metâmeros abdominais (gomos) são o último nível de definição abdominal que o homem ou a mulher podem ter, não sendo então natural realizar essa técnica de marcação abdominal em pacientes que não possuem estrutura muscular em braços e peitoral compatíveis.
A lipoaspiração HD é muito mais que desenhar a região abdominal com seus metâmeros.
Nos pacientes masculinos, buscamos aumentar a região superior, desenhando e lipoenxertando musculaturas superiores como o músculo peitoral, deltóide e bíceps.
Na paciente feminina, buscamos melhorar a relação da cintura com o quadril, melhorar o contorno corporal com lipoenxertia na região glútea se assim for necessário.
A região abdominal deve ser trabalhada, buscando um resultado atlético, mas natural, dentro desse parâmetro a marcação dos metâmeros abdominais não contempla todos os casos, tendo sua indicação específica.

14- ONDE FICA A CICATRIZ DA CIRURGIA?

Na cirurgia plástica, nosso objetivo é colocar a cicatriz em regiões de dobras naturais do corpo ou em regiões de cobertura de pelos ou roupas íntimas, na tentativa de camuflar sua localização.
Cicatriz sempre existe, mas com cuidado e com as técnicas da cirurgia plástica moderna (fechamento sem tensão) é possível ter uma cicatriz de alta qualidade estética, pouco perceptível aos olhos.
Quando falamos de lipoaspiração, temos uma cirurgia com poucos cortes na pele, pois a cirurgia se dá através das cânulas de aspiração colocados pelas incisões cutâneas. Estas incisões cutâneas tendem a cicatrizar com boa qualidade, sendo pouco perceptíveis após 1 ano e meio de cirurgia.
A quantidade de incisões na pele, para utilizar de portal para as cânulas de aspiração, deve ser avaliado pelo seu cirurgião plástico. Na região anterior, como exemplo, colocamos normalmente duas em região do púbis (escondida pela roupa íntima), uma em região de umbigo (escondida pela dobra cutânea) e duas em região de sulco mamário (escondida pela dobra cutânea).

15- LIPOHD, ANTES E DEPOIS (PRÉ E PÓS-OPERATÓRIO)

Na resolução 1947/11 do CFM no Art. 3º versa que:
É vedado ao médico:
g) Expor a figura de seu paciente como forma de divulgar técnica, método ou resultado de tratamento.
Assim sendo, o médico pratica infração quando expõe a figura do seu paciente, mesmo que o paciente não seja identificável, em redes sociais ou sites. Médicos atuantes no Brasil, não podem expor imagens como antes ou depois ou similares.
Tome cuidado com o profissional da saúde que utiliza de meios fraudulentos de marketing na tentativa de angariar pacientes. Esse profissional sabidamente está cometendo uma infração.

16- LIPOHD E GRAVIDEZ.

Cirurgia após uma gestação: A gravidez é momento singular na vida da mulher, e como sabemos, a criança necessita de cuidados exclusivos por grande período pós-gestacional.
Deve primeiramente ser avaliado se a mulher se encontra dentro das possibilidades de cuidados de um pós-operatório cirúrgico, caso ainda não seja o momento, podemos planejar o procedimento para uma data futura. A cirurgia plástica estética é uma cirurgia que não possui emergência em ser realizada, sendo então programada naquele momento que os riscos inerentes ao procedimento são mais baixos e a paciente pode atingir os melhores resultados possíveis.
Além disso, pelo processo gestacional de aumento abdominal, a paciente deve ser avaliada quando a necessidade de retirada de pele, por avental cutâneo formado pela gestação. Caso seja indicada a abdominoplastia, a mesma pode ser realizada associada a lipoaspiração de alta definição.
Gestação após a cirurgia de lipoaspiração: A cirurgia de lipoaspiração é realizada somente na região de gordura abaixo da pele (tecido celular subcutâneo), não alterando musculatura e órgãos internos. Assim sendo, a paciente pode gestar normalmente após uma cirurgia. Caso não seja desejo da mesma, cuidado deve ser tomado com métodos contraceptivos (anticoncepcionais), pois é normal a retirada de contraceptivos orais antes da cirurgia pela sua conhecida associação com aumento de tromboses. Caso a paciente passe por uma gestação, obviamente o resultado da cirurgia será alterado pela alteração corpórea da gestação.

1-liposuccion.jpg

Caso a paciente possua gorduras localizadas e queira melhorar seu contorno corporal ela pode sim realizar uma lipoaspiração de alta definição (HD) após uma abdominoplastia. Importante é esperar o tempo de recuperação da cirurgia inicial (abdominoplastia) para avaliar resultados.
Com as evoluções das técnicas e estudos científicos, temos maior controle da evolução de abdominoplastias associadas a lipoaspiração, o que no passado não existia. Assim sendo, no passado a lipoaspiração era realizada de forma comedida quando associada a abdominoplastia, o que acarreta pacientes buscando lipoaspiração com história de abdominoplastia prévia.
Avaliação clínica com exame físico é necessário para melhor indicação da paciente.

17- LIPOHD APÓS ABDOMINOPLASTIA, PODE?

18-  LIPOHD E ABDOMINOPLASTIA, PODE?

A associação de procedimentos pode ser realizada dependendo das condições clínicas da paciente. Sempre respeitando os critérios de risco, como tempo de cirurgia e procedimentos associados.
A abdominoplastia evoluiu nos últimos anos, com melhor entendimento da anatomia e principalmente da vascularização dos tecidos, o que resultou em uma cirurgia com menores complicações. Assim sendo, a associação com lipoaspiração é comum. 
A associação entre abdominoplastia e lipoaspiração de alta definição existe, chama-se Lipoabdominoplastia HD e é uma técnica consagrada na literatura. Nós possuímos artigo relacionado ao tema que saiu na Revista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e na Newsletter da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica.

19- LIPOASPIRAÇÃO CAUSA FLACIDEZ?

A Lipoaspiração é um procedimento que melhora o contorno corporal removendo gorduras localizadas, não sendo o objetivo da cirurgia emagrecimento.
Existe a necessidade de avaliação física por um cirurgião plástico para avaliar a indicação precisa entre lipoaspiração ou abdominoplastia (onde retiramos um fuso de pele).
Na lipoaspiração tiramos o conteúdo gorduroso da paciente, podendo assim causar hipoteticamente flacidez da pele. No entanto, o movimento da cânula no subcutâneo (gordura) estimula a produção de colágeno na pele e no próprio tecido subcutâneo (gordura). Essa produção de colágeno pelo estímulo da cânula de aspiração provoca uma retração de pele. Pelos estudos essa retração de pele chega a 11% da superfície lipoaspirada. Importante lembrar que pacientes mais jovens respondem melhor a esta retração do que pacientes mais velhos.
Somente uma avaliação com um especialista membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica para melhor indicar uma lipoaspiração ou uma abdominoplastia associada a lipoaspiração.

20- LIPOHD E PRÓTESE DE MAMA, PODE ASSOCIAR?

 A lipoaspiração de alta definição é indicada quando a paciente quer melhorar seu contorno corporal. A associação com a prótese de silicone mamário é muito interessante no contexto de melhoria do contorno da paciente.  Sabemos que são cirurgias que com alta satisfação de resultado e que apresentam sinergia para melhoria do contorno corporal.

No entanto, como qualquer cirurgia combinada, deve ser avaliada a situação de saúde da paciente e examinada por um cirurgião plástico capacitado para melhor indicação.

21- LIPOHD, COMO A RECUPERAÇÃO?

O resultado da lipoaspiração é extremamente dependente do paciente. Neste sentido orientamos o paciente a retornar as suas atividades físicas, alimentação saudável e drenagem/massagem com profissional da área o mais rápido possível no pós-operatório.
A lipoaspiração HD é um procedimento com pequenos cortes na pele, sendo realizado pequenas incisões somente para introdução da cânula de aspiração. Assim sendo, a paciente não apresenta grandes cortes ou cicatrizes que possam limitar a movimentação, como ocorre nas abdominoplastias ou nas cirurgias mamárias (mastopexias). 
No pós-operatório a paciente normalmente encontra-se com malha cirúrgica, espuma 360o e dreno, o que limita um pouco a movimentação. A malha cirurgia, junto com a espuma são retirados durante o primeiro mês de pós-operatório. O dreno é retirado quando a saída dos líquidos (seromas) está baixa, normalmente 4-7 dias após o procedimento.
Assim sendo, se o paciente estiver medicado e bem, ele pode retornar as atividades leves poucos dias após o procedimento.

22- LIPOASPIRAÇÃO DOI?

A lipoaspiração é uma cirurgia que não possui grandes cortes ou cicatrizes, pelo fato de utilizar cânulas de aspiração colocadas por pequenas incisões na pele. No entanto, temos que lembrar que a lipoaspiração atua em várias regiões do corpo, causando um desconforto ou dor que pode ser relacionado ao grupo muscular próximo de onde ocorreu a lipoaspiração.
Vale lembrar que a dor deve ser muito individualizada. Alguns pacientes relatam desconfortos leves enquanto outros relatam dores com necessidade de medicação. Na média pacientes masculinos e jovem possuem maior desconforto no pós-operatório, mas como comentado, a dor deve ser individualizada.
O importante é o paciente receber medicação no pós-operatório para evitar que esse desconforto/dor seja limitante do retorno a suas atividades diárias. Quando mais rápido o paciente retornar a sua rotina, mais precoce teremos seus resultados e menor é a chance de complicação no pós-operatório.
Importante é o paciente compreender que está em um processo de recuperação, onde seu esforço é proporcional ao resultado que conquistará.

23- LIPOHD, QUAL O TEMPO DE RECUPERAÇÃO?

Podemos dividir o tempo de recuperação em: tempo para retorno das atividades com limitação, tempo de retorno das atividades sem limitação e tempo de recuperação para resultado estético.

              - Retorno das atividades com limitação: Logo terminada a cirurgia o paciente é orientado da necessidade de caminhar no leito e da importância do mesmo para evitar complicações. O retorno das atividades é sempre relacionado ao desconforto do paciente, sendo liberado caminhadas e movimentações assim que possível. O esforço físico extenuante ou a elevação de peso durante esse período é contra indicado. A drenagem/massagem por profissional da área faz total diferença dentro da evolução.

              - Retorno das atividades sem limitação: Após 3-4 semanas de pós-operatório, o paciente não apresenta desconfortos a movimentação ativa, sendo liberado para exercícios físicos. Vale lembrar que no entre 3-4 semanas de pós operatório o paciente ainda permanece de malha para evitar retenção de líquido (seroma). Existe individualização de tratamento e de acordo com a evolução do paciente o período de 3-4 semanas pode ser antecipado como adiado.

              -Tempo de recuperação para resultado estético: Temos como rotina a utilização de drenos para retirada dos líquidos (seromas), um dos motivos de seu uso é para o paciente no dia seguinte da cirurgia ter uma ideia do resultado estético que poderá atingir em 4 meses. Após os dias iniciais é comum o paciente apresentar inchaços (edemas) e retenção de líquidos localizados (seromas) o que esconde o contorno corporal final. Com 3 meses de pós-operatório temos ideia do resultado que o paciente atingirá, quando realizado retorno no consultório para avaliação e retirada de fotos. Existe uma melhora mês a mês, sendo comum o paciente relatar melhora até 6 meses de pós-operatório.

Importante é o paciente compreender seu papel na evolução do seu resultado final, caso o mesmo não realize as drenagens/massagens, não realize dieta correta ou não esteja realizando atividade física o potencial resultado estético do procedimento não será atingido.

24- QUANTO TEMPO ATÉ DESINCHAR APÓS UMA LIPOASPIRAÇÃO?

Primeiro é importante relatar que é normal a paciente inchar (edemaciar) após um procedimento cirúrgico como a lipoaspiração. Existe um excesso de líquido pelo corpo do paciente após a cirurgia pois o cirurgião plástico coloca uma solução de líquidos dentro do tecido gorduroso do paciente antes de aspirar com as cânulas para facilitar a lipoaspiração, esse líquido inicial sai nas primeiras 24h-48h. 
Após a cirurgia, o corpo de forma esperta produz um líquido amarelado (que lembra a cor da urina) para preencher os espaços que ficaram vazios pela retirada da gordura. Este líquido é chamado de seroma. É para diminuir a quantidade e formação de seroma que a paciente usa no pós-operatório malha cirúrgica (cinta) associada a espuma compressiva.
Não é regra utilizar drenos após uma lipoaspiração, no entanto eles servem para retirar o seroma que ficaria coletado no tecido gorduroso do paciente. Caso não seja utilizado dreno, o sistema linfático do paciente reabsorverá o líquido, em um processo que pode demorar algumas semanas.
Importante relatar o papel da fisioterapia no pós-operatório, primeiramente com drenagem linfática e depois com massagens específicas, acelerando o retorno do paciente para atividades diárias.
Com os cuidados certos e esforço do paciente, em 3-4 semanas 90% do inchaço do pós-operatório já está resolvido. Os outros 10% serão reabsorvidos nos meses seguintes, não limitando a atividade do paciente no período e melhorando o resultado estético final.
Devemos sempre lembrar que o inchaço (edema) de só uma perna, associada a dor ou outros sintomas, pode ser sinal de trombose, sendo importante contactar o médico assistente para esclarecer as dúvidas.

LIPO HD 03.jpg

Primeiramente, busque um profissional habilitado, um Cirurgião Plástico é um profissional com pelo menos 11 anos de formação, sendo 6 anos cursando Medicina, 2 anos cursando Cirurgia Geral e 3 anos cursando Cirurgia Plástica. Busque no site do CFM – Conselho Federal de Medicina, se o seu profissional é realmente Cirurgião Plástico. No cadastro, além do número do CRM, que aponta que ele é médico, o médico deve possuir número de RQE (registro qualificação de especialista) para cirurgia plástica. Busque um profissional que seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica pelo site da instituição.
Um procedimento cirúrgico estético como uma lipoaspiração de alta definição é feito com anestesia e com tempo cirúrgico variado, para lipoaspiração HD é comum procedimentos de 4-6 horas de duração. Assim sendo, deve ser realizado em hospital capacitado para o porte do procedimento, com sala cirúrgica, recuperação e todos os equipamentos de suporte.

25- ONDE POSSO FAZER LIPOHD?

26- COMPLICAÇÕES DA LIPOHD?

As complicações e intercorrências cirúrgicas da lipoaspiração de alta definição se assemelham a lipoaspiração clássica, sendo similares a qualquer procedimento cirúrgico estético. Cabe ao cirurgião orientar a paciente para o melhor momento de realizar a cirurgia, momento no qual os riscos cirúrgicos estão diminuídos. As vezes a paciente necessita compensar alguma doença prévia antes do procedimento (pressão alta, diabetes), parar de fumar ou perder peso. Todos esses fatores estão relacionados ao aumento na chance de complicações cirúrgicas.
Não existe cirurgia com risco zero. No entanto é raro dentro da cirurgia plástica intercorrências graves. Normalmente as complicações que ganham notoriedade na mídia são casos realizados por profissionais não habilitados ou realizados em locais sem estrutura para a mesma.
Sobre a lipoaspiração de alta definição: Podemos ter hiperpigmentação (alteração da cor da pele): 60% dos casos, Seroma (produção de líquido localizado): 30% dos casos e fibrose nodular em 20% dos casos,  Irregularidades de contorno: 2,7% dos casos; sendo essas complicações de caráter transitório em quase sua totalidade e com resolução esperada dentro de 1 ano. Em estudos de series de cirurgias, utilizando a técnica tumescente, em 66 mil cirurgias nenhum paciente foi a óbito. Mostrando que complicações graves são raras na lipoaspiração.

27- LIPO HD NO INSTAGRAM

Na resolução 1947/11 do CFM no Art. 3º versa que:
É vedado ao médico:  g) Expor a figura de seu paciente como forma de divulgar técnica, método ou resultado de tratamento.
Assim sendo, o médico pratica infração quando expõe a figura do seu paciente, mesmo que o paciente não seja identificável, em redes sociais ou sites. Médicos atuantes no Brasil, não podem expor imagens como antes ou depois ou similares. Tome cuidado com o profissional da saúde que utiliza de meios fraudulentos de marketing na tentativa de angariar pacientes. Esse profissional sabidamente está cometendo uma infração.
Sabemos que o Instagram é uma ferramenta globalizada sendo possível acompanhar profissionais de outros países com leis próprias de exposição da imagem do paciente. Vale lembrar que normalmente as imagens divulgadas de lipoaspiração são imagens do pós-operatório imediato cirúrgico, normalmente com a paciente ainda na mesa cirúrgica e é sabido que o resultado da paciente nem sempre é igual ao resultado do pós-operatório imediato. Outra questão é a exposição de fotos não médicas com manipulação de imagem por aplicativos, exposição de luz variada e posições diferentes no pré e pós-operatório, criando uma ilusão de resultado.

28- QUANDO TENHO O RESULTADO DA LIPOASPIRAÇÃO?

O resultado de uma lipoaspiração é extremamente dependente do esforço do paciente no pós-operatório. Sendo imprescindível, o retorno as atividades diárias rapidamente, a manutenção de uma dieta correta, realização de atividades físicas, a estabilização do peso e drenagem/massagem por profissional da área.
Durante todo o processo de pós-operatório a paciente percebe sua evolução dentro do resultado, as primeiras avaliações do médico, com retirada de fotos são aos 3 meses após o procedimento cirúrgico. No entanto, existe melhora do contorno corporal mês a mês com a saída do inchaço (edema) até 6 meses de pós-operatório.
Na avaliação de 3 meses é possível avaliar pequenas fibroses, seromas (líquidos) ou hipercromias (alteração da cor da pele) que precisam de tratamento específico para sua melhor resolução.

29- QUAL O PREÇO LIPOASPIRAÇÃO DE ALTA DEFINIÇÃO?

O preço de um procedimento cirúrgico pode variar muito. No entanto o valor do procedimento é baseado no custo da equipe médica, custo da equipe de anestesia e hospital.


Custo da equipe médicas: A lipoaspiração de alta definição é um procedimento médico dependente, ou seja, cada médico consegue atingir um resultado diferente de acordo com suas próprias qualidades. Assim sendo, os valores podem variar bastante. Normalmente o cirurgião plástico acaba se subespecializando dentro de algum seguimento cirúrgico, como contorno corporal ou cirurgia face. Obviamente especialistas que são referencias dentro de cada área possuem um custo mais alto. Normalmente os especialistas possuem publicações de artigos, livros e são chamados para apresentar aulas para outros cirurgiões plásticos, este é o conceito de referência médica.


Custo do Hospital: Hospitais em grandes regiões metropolitanas, com maior estrutura e equipamentos de ponta possuem preço mais alto que outros hospitais. A presença de uma U.T.I. (unidade de tratamento intensivo), aumenta o custo de um hospital, vale lembrar que é raro a necessidade de encaminhamento do paciente para uma U.T.I. no pós-operatório cirúrgico de uma cirurgia plástica estética, e que os hospitais sem esse suporte necessitam possuir contratos que possibilitem encaminhamentos dos pacientes caso surja essa necessidade.


Existe um custo que normalmente não é contabilizado pela paciente, mas deve ser citado, que são os custos no pós-operatório, como medicações, uso de malhas específicas e drenagem/massagem por profissional habilitada. É comum indicação de 10-20 sessões de drenagem no pós-operatório, sendo necessário uma reserva de valor para estes custos no pós-operatório.


Vale destacar que a necessidade de novos procedimentos para tratamento de intercorrências, conhecido pelos pacientes como ´´RETOQUE`` impõe novos custos para o paciente, sendo este responsável pelo custo da equipe médica, custo da equipe de anestesia e hospital.


Não existe cirurgia plástica com promessa de resultado, cada corpo é único e deve ser tratado desta forma.

Marque sua Consulta

Todas as consultas médicas de pré e pós-operatório são realizadas na Clínica Caio Garcia de Cirurgia Plástica na Praia Brava, entre Itajaí e Balneário Camboriú.

A  consulta médica é o primeiro passo da relação médico-paciente. Serve para avaliar corretamente o caso com exame físico detalhado, compatibilizar as expectativas e possibilidades de resultado dos procedimentos indicados, retirar dúvidas do paciente e passar o orçamento.